sábado, 22 de janeiro de 2011

Desafios de Rafael


Rafael tinha apenas 8 anos quando tomou uma decisão que influenciaria sua vida por alguns anos... Vivia numa cidadezinha pacata, sem muitas alternativas para ter um futuro brilhante. Tomou a decisão de estudar e tornar-se alguém que lutaria para conseguir alcançar um futuro um pouco diferente das demais pessoas que viviam na mesma cidade.
Todos os anos estudava com afinco com o objetivo de sempre ser o melhor e aprender tudo o que lhe era ensinado na escola. Tal tarefa orgulhava seus pais que com esforço e economia, custeavam seus estudos numa escola da rede privada de ensino.
Quando concluiu o Ensino Fundamental, Rafael se deparou com mais um desafio, encarar o Ensino Médio na rede pública de ensino. Para ele seria um desafio uma vez que, a rede pública apresentava inúmeras defasagens. Rafael teria que se empenhar para aprender o que era ensinado na escola, e também o que não era ensinado. Ao concluir o Ensino Médio, mais um desafio lhe foi posto! Era a hora de prestar vestibular. Sem condições financeiras, optou por um dos cursos oferecidos pela Universidade pública que há alguns havia sido instalada na cidade!
Rafael, como sempre, empenhou-se ao máximo e conquistou o primeiro lugar para o curso que escolheu e durante os 4 anos de estudo sempre foi um dos primeiros da turma, destacando-se nas provas, nos seminários, nos trabalhos escritos e na oratória. Por todo seu empenho durante o curso Rafael consegui o seu primeiro emprego e com ele veio também sucesso profissional.
Depois da conclusão do curso, Rafael se depara com outros desafios advindos de anos de pensamento e reflexão sobre a vida. O que fez, até então, realmente valeu a pena? Vale a pena tentar fazer outro curso? Ou seria melhor enfrentar o grande desafio de deixar a cidade pacata e tentar a sorte numa cidade grande e estudar para prestar concurso público?
Rafael concluiu, com essas reflexões e problemáticas, que sua vida foi desafiadora, e que durante toda ela deverá enfrentar desafios de todas as formas para conseguir um futuro brilhante e tranquilo!


P.S. Nunca tinha escrito um conto! Mas hoje (22/01/2011), resolvi escrever um!

8 comentários:

VicciVic disse...

muito legal seu primeiro conto. a gente tem mais é que escrever sempre e movimentar essa blogosfera.

parabéns pelo blog, gostei muito.
se puder, dê uma passada no meu
viccivic.blogspot.com

Sâmela disse...

Primeiro conto *------*
Bem legal.

Dona Ana disse...

A vida não é brincadeira não... quem quer crescer tem que estudar e se esforçar bastante. Parabéns pelo texto.

phemerick disse...

escolhas, mudanças... isso q move o mundo...obrigado pela visista...
Mto bom o conto!

Urbano disse...

Ei, mas o Rafael não tem conflitos. Sua vida é muito comunzinha. Faça uma seqüência onde ele descobre que seus dentes são transmissores do sistema educacional humano pra civilização de Atlântida ou algo assim. Abração!

Barbara Nonato disse...

Um conto que fala de mudanças e transformação. Para um primeiro é excelente. Continue!!!

Suricato e Baleia disse...

HAHAHAHA INTERESSANTE! EU ESCREVO CONTOS SEMPRE... ALGUNS DÃO MAIS DE DEZ PÁGINAS... MAS ARTIGOS QUE É O MEU DOM RS SE VOCÊ FOR COMO O RAFAEL, TERA SUCESSO SEMPRE!

Rafael Crema disse...

srsrrsrs, me chamo Rafael, e como o do seu conto, me identifiquei pelos desafios que ele teve que enfrentar na vida...

E gostei da sua iniciativa de escrever contos...

Tenho um blog só de contos e poesias

http://mentirasnaocontadas.blogspot.com/

bjs Rafa (gostei da idéia do seu blog... Estou seguindo!)